Music & Arts in Action | Call for papers

Thematic Issue – El Sistema and Youth Orchestras as socio-artistic intervention: exploring complexity, contradiction, and ambivalence

Edited by Pedro S. Boia, CIPEM/INET-md – Porto Polytechnic

pageHeaderTitleImage_en_US

http://musicandartsinaction.net/index.php/maia/pages/view/call_for_papers

ANÚNCIO | BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO

Links de acesso:

VIII Congresso de Educação Artística – 6, 7 e 8 de Setembro de 2017

Educação Artística Madeira DIVULGAçÃOTEMAS:

Sessão plenária 1: Será a arte (im)prescindível? – A Função da Arte na Construção da Personalidade.

Sessão plenária 2: A saúde nas/das artes – o papel das artes na saúde da profissão docente.

Sessão plenária 3: «Os alunos e professores de hoje em dia não têm nada a ver com os de outros tempos…» – Perspetivas da motivação docente e estratégias para motivas alunos.

Mais informações aqui.

 

PORTO – Apresentação do Livro “Crescer a tocar na Orquestra Geração”

28 de Fevereiro – 16 horas – Sala da Cibermúsica da Casa da Música, PortoConvite_lancamentoLivroOG Porto.jpeg

 

 

Apresentação do Livro CRESCER A TOCAR NA ORQUESTRA GERAÇÃO

Convite_lançamento livro OG.jpg

CHAMADA DE ARTIGOS – REVISTA PORTUGUESA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

Chamada de artigos: Até 30 de abril.

Mais informaçõeshttp://www.apem.org.pt/publicacoes/revista/chamada-de-artigos.php

Vivemos um momento crítico no panorama educativo mundial e nacional e é hoje exigido àqueles que trabalham a música em contextos educativos (formais e não formais) que repensem estratégias, modos de atuar e novas conceções, políticas e pedagógicas que possam contribuir para a formação global de cidadãos conscientes, responsáveis e interventivos nas nossas sociedades, capazes de fazer face a mundo complexo, repleto de incertezas, e que por isso mesmo necessita urgentemente de respostas de atores reflexivos, criativos, que possam pensar para além das margens daquilo que diariamente nos é dado como impossível de ultrapassar.

Qual o papel da Educação nesta transformação que se deseja? E qual o papel específico da Educação Musical? De que forma é que a música em contextos educativos (formais e não formais) poderá contribuir para este grande desafio que o mundo hoje nos coloca? O que é preciso mudar na escola? Na aula de música? Na formação de professores? Que sinergias se poderão estabelecer entre instituições formais, não formais, artistas, músicos e comunidades, para que novos projetos avancem?

Estas são as questões que a APEM lança neste momento, dando assim voz à chamada de artigos para o próximo número da revista, na linha daquilo que foi o título do último encontro nacional: “Que futuros para a Música na Educação?”

Com ela, a revista pretende lançar uma vasta reflexão sobre a temática, apontando também caminhos possíveis e novos rumos a seguir. Neste sentido, a revista pretende acolher textos provenientes dos vários mundos da Educação Musical, de contextos formais e não formais, do currículo geral ou especializado, nos seguintes formatos:

  • Artigos provenientes de projetos de investigação como etnografias críticas, estudos de investigação-ação, ou estudos de caso, entre outros;
  • Relatos reflexivos de práticas inovadoras e significativas nos seus contextos específicos;
  • Ensaios sobre diversas conceções pedagógicas, artísticas e políticas relevantes para o tema em questão;
  • Recensões de livros relevantes para o tema em questão.

 

Sobre a Revista: http://www.apem.org.pt/publicacoes/revista/sobre-a-revista.php

 

ETHNOARTS – Call for papers

Call for Papers

ETHNOARTS – Ethnographic Explorations of the Arts and Education Ethnography and Education Journal Meeting

Institute of Sociology, IS-UP

Faculty of Arts and Humanities

University of Porto, Portugal

June 21ST-23rd, 2017

https://www.facebook.com/ethnoartsporto/

ethnoarts2017@gmail.com

 

Dear colleagues,

Ethnography is a methodology historically linked with Anthropology but nowadays is used by a diversity of academics and professionals. The use of ethnography in a wide range of disciplines and contexts makes it a dynamic and challenging method. Studies on and in the arts often blur conventional disciplinary borders, allowing for new insights to arise from interdisciplinary conversations. By combining the study of social practices and discourses related to arts making, and by applying ethnography as a main approach, researchers bypass frontiers, a condition for a stimulating intellectual debate. Despite the proliferation of digital communication among scholars, conferences remain very important spaces to debate current issues, showcase emerging research and discuss new approaches.

The ETHNOARTS – Ethnographic Explorations of the Arts and Education conference will take place at the University of Porto, Portugal, June, 21st-23rd, 2017.

Our aim is to create a cross-disciplinary space for scientific debate open to everyone interested in research on performing arts (music, theatre), plastic arts (photography, painting, sculpture), literature (narrative and poetry), other forms of contemporary, traditional and vernacular artistic expressions (graffiti, street-art, urban arts, etc.) and practices in a variety of social contexts such as schools, colleges and universities; community organizations or art institutions; public spaces, etc. as well as emerging collectivities and sites (including virtual spaces) for artistic and expressive practice.

We welcome papers from young and senior academics working in a diversity of disciplines

(Sociology, Anthropology, Education, Psychology, Linguistics, Fine Arts, Folklore, among others) and developing research on arts and education through an ethnographic approach (combining a diversity of methods in multiple configurations). Preference will be given to proposals reporting sustained fieldwork in a particular setting/site (however defined) drawing on multiple forms of data. Reports from action research projects are also welcome. We hope that

ETHNOARTS can be a starting point for joint research, networking and publishing (a book of abstracts will be published and a publication with blind peer-reviewing will be organised after the conference).

We also welcome non-paper based contributions that use arts forms-films, mini exhibitions, comedy, multimedia, performances, readers’ theatre and so on. To propose these contributions, you can send us an abstract in the pre-defined terms below.

Abstracts in English of maximum 300 words should be submitted to ethnoarts2017@gmail.com until December, 30th. Please indicate your institutional affiliation and contact in the proposal.

Notifications of acceptance will be sent by January, 29th.

 

KEYNOTE SPEAKER

Carl Bagley, Durham University

Organising Committee

Lígia Ferro, Instituto de Sociologia, Universidade do Porto, Portugal

Pat Thomson, The University of Nottingham, UK

David Poveda, Universidad Autonoma de Madrid, España

João Teixeira Lopes, Instituto de Sociologia, Universidade do Porto, Portugal

Natália Azevedo, Instituto de Sociologia, Universidade do Porto, Portugal

Rute Teixeira, Instituto de Sociologia, Universidade do Porto, Portugal

Ana Veloso, CIPEM, Instituto Politécnico do Porto, Portugal

Gil Fesch, Instituto de Sociologia, Universidade do Porto and CESEM, FCSH-UNL, Portugal

Irene Serafino, Instituto de Sociologia, Universidade do Porto, Portugal

 Scientific Committee

Anton Franks, Warwick University

António Firmino da Costa, Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL

Augusto Santos Silva, FE, Universidade do Porto

Bob Jeffrey, University of Exeter

Carlos Fortuna, Universidade de Coimbra

Dennis Beach, University of Gothenburg

Gabriela Vaz-Pinheiro, FBA, Universidade do Porto

Glória Diógenes, Universidade Federal do Ceará

Graça Cordeiro, Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL

Graça Mota, ESE, Instituto Politécnico do Porto

Joan Pujadas, Universitat Rovira i Virgili

Karina Kuschnir, IFCS, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Liora Bresley, College of Education at Illinois

Luís Fernandes, FPCE, Universidade do Porto

Maria José Araújo, ESE, Instituto Politécnico do Porto

Marta Morgade, Universidad Autónoma de Madrid

Fernanda Muller, Universidade de Brasília

Pamela Burnard, Cambridge University

Paulo Raposo, Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL

Ricardo Campos, Universidade Nova de Lisboa

Sofia Marques da Silva, FPCEUP, Universidade do Porto

Institutions:

Ethnography and Education, E & E (ETHNOARTS is an event affiliated with the Oxford

Ethnography and Education Conference)

Instituto de Sociologia, Universidade do Porto, IS-UP

Departmento de Sociologia, Universidade do Porto, DS-UP

Centre for Research in Arts, Creativity and Literacies, Nottingham University

Facultad de Psicología, Universidad Autónoma de Madrid, UAM

Centro de Investigação e Estudos em Sociologia, CIES-IUL, ISCTE-IUL

Centro de Investigação em Psicologia da Música e Educação Musical, CIPEM, IPP

Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical, CESEM, FCSH-UNL

FEES

Full Student (Includes graduation, master and Ph.D students)

Early Bird 100e 50e

Late 150e 100e

On-site 170e 120e


O Centro de Investigação em Psicologia da Música e Educação Musical – CIPEM – foi criado, em Setembro de 1998, pela Área de Música do Departamento de Artes e Motricidade Humana da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto. É uma estrutura orientada, essencialmente, para a promoção da investigação científica na área da Psicologia da Música e da Educação Musical.

Entre 2012 e 2015 o CIPEM teve em curso o projeto de investigação ‘Promover a inclusão social através do envolvimento com a música – o projecto Orquestra Geração’ financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional Factores de Competitividade – COMPETE e por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia no âmbito do projeto PTDC/CPE-CED/120596/2010.

Julho 2017
S T Q Q S S D
« Maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 72,891 hits